II Congresso Lusófono de Ciência das Religiões

História, Memórias, Narrativas – Ruturas, Violências, Fundamentalismos e Revoluções

LISBOA | 27 a 30 de Maio de 2017

Oralidade em Religiões Africanas e sua Diáspora –

Coordenadores:

Marcos Verdugo (PUCSP, BR) e Cleberson Dias (PUCSP, BR)

Tema:

A oralidade negro-africana engendra um modo particular de agenciamento do conhecimento: baseada em certa concepção da humanidade, do seu lugar e do seu papel diante da realidade concreta, fundada na iniciação e na experiência de mundo, cria um tipo particular de homem e mulher. Neste sentido, a oralidade negro-africana é toda forma-sentido que habita a linguagem, o centro unificador do desejo do sujeito-oral de se-saber-ele-mesmo (movimento de soberania) e de se-ter-a-si-mesmo no mundo (movimento de autonomia). A lógica do oral se assenta no gerir e transmitir da memória-conhecimento que, por sua vez, expressa as relações sociais, culturais, econômicas, históricas e espirituais dos indivíduos em uma sociedade oral. Este simpósio busca, assim, reunir trabalhos que explorem as dinâmicas discursivas da oralidade em religiões africanas e em sua diáspora, relevando que a própria constituição e permanência desses imaginários é a história da memória-ruptura de humanidades negociadas na lógica da modernidade/colonialidade do século XV aos dias atuais; logo, são as poéticas religiosas negro-africanas que evidenciamos de modo a revelar as memórias ancoradas em corpos negros.

Trackback do seu site.

Organização


Entidades Associadas


Universidades Parceiras