II Congresso Lusófono de Ciência das Religiões

História, Memórias, Narrativas – Ruturas, Violências, Fundamentalismos e Revoluções

LISBOA | 27 a 30 de Maio de 2017

Religiosidades Pentecostais nas Periferias: Violências e Contradições

Coordenador:

Lucas Braga Medrado da Silva (UMESP)

Tema:

É perceptível o crescimento de instituições religiosas localizadas em contextos favelizados, a exemplo especialmente das igrejas pentecostais. Neste contexto, o discurso religioso do resgate dos indivíduos do mundo das drogas, do álcool e do crime, por exemplo, por grupos pentecostais atuantes nas favelas, é contrabalançado pela atuação de traficantes convertidos ao pentecostalismo e que vivem um paradoxo entre dois mundos “crime e crença religiosa”. Nesta mesma proporção na esfera das violências urbanas, as intolerâncias são perpetradas contra outros grupos religiosos, por exemplo, as afro-brasileiras. A estreita relação da religiosidade popular com as manifestações culturais e artísticas nas periferias e favelas, se traduz em grupos subalternos duplamente periféricos em um contexto de segregação e vulnerabilidade social. As religiosidades pentecostais e o seu aumento nas periferias das regiões metropolitanas das pequenas, médias e grandes cidades brasileiras carecem ainda de estudos interdisciplinares que dialoguem as categorias sociorreligiosas e culturais ao fenômeno urbano periférico.  O presente simpósio temático pretende recrutar pesquisas concluídas e em andamento, das diversas áreas do conhecimento, para endossar um frutífero debate acerca das múltiplas faces das religiões e religiosidades pentecostais nos contextos sociais de periferia urbano.

Trackback do seu site.

Organização


Entidades Associadas


Universidades Parceiras